Vidro Temperado

Um dos modelos de vidro de segurança, os vidros temperados são essenciais para a indústria vidreira. O método de fabricação do vidro temperado atribui características únicas ao modelo, como resistência mecânica elevada e estilhaçamento seguro. O vidro temperado é um dos tipos de vidro que ajudaram a eliminar a estigma de vidro frágil que o material carregava há anos. Indicado para portas, janelas e até para o uso em automóveis, os vidros temperados são, em média, 05 vezes mais resistentes quando comparados ao vidro comum. Outra característica que distingue o vidro temperado dos demais modelos está no fato de que, quando danificado, ele se estilhaça de forma segura, sem gerar pedaços grandes e cortantes que podem causar acidentes sérios. A fabricação do vidro temperado só foi possível com o aperfeiçoamento da tecnologia, que permitiu também a criação de diversos outros modelos com características singulares, responsáveis pelo crescimento do uso do vidro na arquitetura, decoração de interiores e vários outros segmentos. Os vidros temperados, por exemplo, foram os modelos que deram sustentação para a Multpainel elaborar as lousas de vidro, produto mais popular de nossa marca e que virou tendência nacional nos últimos anos. Vamos conhecer um pouco mais sobre os benefícios do vidro temperado e todas as suas principais características.

Como é feito o vidro temperado?

A fabricação do vidro temperado começa com a submissão do vidro comum ao forno de têmpera – com temperaturas elevadíssimas que variam entre 600° C e 700° C. Esse tratamento térmico acontece com aquecimento controlado e gradativo. Após aquecido, os vidros temperados são resfriados bruscamente, situação que faz com que sua superfície se solidifique mas seu interior se mantenha expandido - até se resfriar totalmente. Esse cenário causa tensão interior na chapa de vidro. O acúmulo de tensão comprime o interior contra a superfície e resulta no ganho de resistência do vidro temperado.

Porque vidro temperado estilhaça?

O mesmo acúmulo de tensão responsável pela resistência do modelo também explica porque o vidro temperado estilhaça. O estilhaçamento acontece porque, quando danificado, essa tensão ‘se libera’, quebrando toda a placada de vidro em pequenos pedaços com baixo potencial de corte. Esse é o motivo pelo qual não tem como cortar vidro temperado, muito menos furar, pois esse estado de tensão seria abalado durante estes procedimentos. Nesse caso, qualquer corte ou furo deve ser realizado antes do vidro ir para o forno de têmpera.

Para que serve vidro temperado?

Os vidros temperados são indicados para ocasiões que exigem ampla resistência mecânica. Também são alternativas sempre que o usuário queira agregar segurança aos ambientes. Mas é importante lembrar que existem estruturas que os vidros temperados não podem ser utilizados isoladamente, como coberturas e guarda-corpos. Para sanar qualquer dúvida é importante sempre seguir as normas e diretrizes da ABNT.

Vidro temperado laminado

Para locais que exigem maior resistência mecânica ou onde o vidro não pode ser utilizado sozinho, o vidro laminado de temperado é a principal alternativa. Esse modelo é composto por duas ou mais placas de vidros temperados unidas através de uma película PVB, que fica responsável por segurar todos os pedaços de vidro em si e manter o vão fechado até a manutenção.

Lousa de vidro temperado

É importante salientar que, além dos vidros temperados, as lousas de vidro são equipadas com película de segurança, que também é capaz de manter suspensos os estilhaços nos raros casos de quebra do vidro temperado. Afinal de contas, na Multpainel a segurança vem em primeiro lugar.
"
A Multpainel é a líder e pioneira do segmento de lousas e painéis de vidro no Brasil. Prezamos pela excelência e melhoria contínua da qualidade de todos os seus produtos e serviços.
"

CEO Multpainel