Vidro Acústico

Posted on
oi

Você sabia que o vidro é um elemento muito eficaz na diminuição da poluição sonora dos ambientes? Não por acaso segmentos como o da construção civil tem recorrido às propriedades do vidro para proporcionar conforto acústico às suas edificações. O vidro acústico – como é classificado – consegue impor barreiras para a passagem do som externo, tornando as acomodações internas mais agradáveis e saudáveis.

Assim como o chumbo, concreto e o aço – considerados materiais de massa pesada – o vidro acústico consegue rebater as ondas sonoras externas, trazendo conforto aos usuários dos ambientes internos. Entretanto, de todos esses materiais de massa pesada, o vidro é o único material transparente, o que o coloca a um degrau acima dos outros elementos, pois pode ser utilizado em janelas e portas, por exemplo.

O vidro para acústica também é indicado para compor fachadas de edificações com eficiência energética, pois permitirá a passagem da luz natural do sol, diminuindo o uso de luzes artificiais. Esse ponto também interage diretamente com o uso dos vidros acústicos na arquitetura, diretamente ligada aos jogos de luz, formas e espaços.

Vale lembrar que, em instalações empresariais, o alívio acústico e iluminação adequada pode aumentar o aumento de produtividade; além de que, os especialistas frequentemente associam a falta de tratamento acústico nos ambientes a:

– aparição de problemas arteriais;

– aumento de adrenalina;

– dificuldade de comunicação;

– estresse;

– dores de cabeça;

– e até mesmo perda de audição (temporária ou permanente).

Poder Acústico do Vidro

Um artigo recentemente publicado pelo site ArchGlass revela todo o poder acústico que o vidro pode oferecer. A ArchGlass é reconhecida como o ‘Portal do vidro para arquitetura’. A publicação, que conta com a opinião de especialistas no assunto, não deixa dúvidas sobre o leque de aplicação e todos os benefícios do vidro para proporcionar isolamento acústico aos ambientes.

Ao final da leitura, fica fácil compreender a crescente busca no mercado vidreiro por:

– Portas e janelas de vidro acústico;

– Vidro acústico para sacada;

– Vidro acústico para estúdio;

Para explicar melhor esse fenômeno, tanto a instalação do vidro acústico, bem como as especificações da folha de vidro, levam em consideração as seguintes leis da física:

– Lei das massas

A lei da massa dita que quanto maior a espessura de um elemento, maior será a sua capacidade de isolar o som.

– Lei da rigidez

A lei da rigidez reza que, quanto mais espesso, maior a reverberação do elemento.

– Lei da Massa – mola – massa

Presente principalmente em composições de vidro duplo, essa lei da física ensina que um sistema de isolamento funciona como uma mola, de modo que transfere as vibrações, tornando suas ondas de transmissão mais fracas.

Aliás, a criação de uma sequência de barreiras (como é visto em vidros duplos – vidros insulados) é um ótimo aliado para impedir a passagem do som. Nesse caso, é de suma importância que o vidro seja utilizado em estruturas com estanqueidade adequada (vedação sem frestas), a fim de que se extraia o máximo das características acústicas do vidro.

Principais tipos de vidros para isolamento acústico

Veja abaixo as qualidades dos vidros para acústica mais utilizados por arquitetos e segmentos da construção civil.

– Vidro duplo

Como comentado acima, as composições fabricadas com vidro duplo são excelentes para bloquear a passagem do som – assim como a passagem de poeira. Como sabemos, a composição dos vidros insulados (como também são conhecidos) conta com duas folhas de vidro separadas por uma câmara de ar (ou gás). Esse conjunto funciona como uma mola para as vibrações sonoras, fazendo com que as mesmas percam força.

Além do mais, quando a composição do vidro insulado utilizar de folhas laminadas, suas propriedades acústicas se multiplicam, como veremos abaixo.

– Vidro Laminado com PVB Acústico.

O vidro laminado é reconhecido por ser um vidro de segurança, mas sua composição também auxilia para o conforto acústico do ambiente onde for instalado. Um vidro laminado é o resultado da junção de duas (ou mais) placas de vidro unidas (coladas) por uma película especial.

Essa característica é específica para garantir que os estilhaços do vidro não se espalhem pelo chão quando quebrado, mas, conforme reza a lei das massas, a junção ‘vidro – película – vidro’ torna esse tipo de vidro também indicado para reduzir a entrada de ondas sonoras.

Não por acaso o mercado vidreiro desenvolveu uma película específica para esses fins: O PVB Acústico. Vidro laminado com PVB Acústico atua no isolamento de frequências específicas, proporcionando melhor desempenho ao material.

Também é preciso lembrar que, tanto os vidros duplos (vidro insulado) quando os vidros laminados proporcionam diversos outros benefícios aos usuários, como conforto térmico, segurança, alta resistência a impactos, eficiência energética, proteção para móveis e tecidos dos raios Ultravioleta (UV); sem dizer que o vidro deixa tudo mais claro, moderno e bonito.