home Depoimentos Dicas de Liderança: Amar, Ensinar e Cobrar

Dicas de Liderança: Amar, Ensinar e Cobrar

Para se tornar um bom líder é preciso mais do que dominar o conteúdo proposto, seja no trabalho ou nos estudos. O comportamento de um bom líder pode inspirar os envolvidos e para isso ele precisa ser um exemplo. Como todos sabem ser um exemplo nem sempre é fácil, uma vez que quaisquer falhas são apontadas e o respeito pode ficar de lado nessas horas. Veja abaixo três etapas que pautam um processo de liderança eficaz:

Amar

Antes de tudo é preciso amar o que faz ou amar os benefícios que a posição traz. Segundo Seiiti Arata, basta criar objetivos e em seguida levantar os benefícios que eles trazem quando são alcançados. Um exemplo é de quem abre uma empresa, pois o objetivo principal será o de começar o negócio, conquistar clientes. Os objetivos secundários podem ser tornar o dia das pessoas mais felizes por meio de um bom atendimento ou produtos especiais.

Você também poderá determinar os benefícios que terá ao concluir esses objetivos, como ter mais felicidade, conseguir dinheiro para comprar certos bens, ter mais liberdade do que sua situação atual. Pode ser algo simbólico, mas que dará mais motivação nessa trajetória. Arata afirma que um sentido emocional profundo como ajudar o país ou ter mais conforto, por exemplo, dão mais ânimo para sair da cama de manhã e ir buscar seus objetivos.

Ensinar

Para ter um diferencial é preciso inovar. Segundo Felipe Cassola da MultPainel, um dos principais erros de quem busca prosperidade é de não sair da zona de conforto. Para isso é importante aprender mais, se especializar e ousar mais. Cassola afirma que com um mundo em constante atualização, estar atualizado em sua carreira é missão obrigatória no mercado de trabalho. O aprendizado é algo que o líder deve estar em constante busca, uma vez que ele também precisa ensinar.


Sim, para ensinar é preciso aprender e como as coisas mudam constantemente nada melhor que manter-se bem informado. Antes de dar uma palestra, treinamento ou mesmo dar uma bronca aos seus subordinados pesquise antes. A internet está aí para isso e não demora muito para encontrar aquele assunto necessário para dar uma pequena explicação ou resolver uma questão envolvendo o trabalho. Lembre-se que o líder não precisa saber de tudo, mas se ele estiver preparado para responder questionamentos e ensinar, será mais admirado.

Cobrar

O líder nunca pode se esquecer de que ele é quem está à frente das atividades e delega as funções. Por algum motivo ele chegou naquela posição e isso lhe dá o direito de cobrar, contudo, não pode ser cobrança sem base, e por essa razão é importante assumir o controle e estabelecer métodos de estar perto das atividades, observando atentamente o que ocorre. O líder deve entender os processos micro para poder gerenciar de forma macro, é necessário ter o controle do andamento da empresa, afinal, quem não controla não administra, o que não se mede não se gerencia.


Com uma lousa de vidro, pois não mancham e possibilitam uma melhor escrita e visual moderno ao ambiente, organize as tarefas de cada um, o status atual, o próximo evento, a data inicial e a data limite para cumprimento da tarefa, enfim, faça uma gestão à vista de projetos, e dessa forma será possível ter um controle das ações, com possibilidade de oferecer o feedback e de ajudar a equipe a adequar a estratégia da empresa ou do projeto à realidade. Por fim, saiba ouvir e mediar conflitos, sempre mantendo a postura e evitando relações que podem prejudicar o clima harmonioso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *